O que é gastrite nervosa? Veja os sintomas!

Não tem jeito, as doenças relacionadas ao estômago acabam provocando uma série de incômodos, ou seja, dores estomacais, acidez, refluxo e até queimação. Porém, pouca gente sabe, mas em muitos casos, esses problemas podem ser desencadeados por estresse e ansiedade invés de inflamações.

Isso mesmo! Gastrite nervosa, também conhecida como dispepsia funcional, refere-se a desconfortos estomacais agravados por episódios de estresse e ansiedade.

Dessa forma, é importantíssimo entendermos que, além da nossa mente, em muitos casos, a ansiedade e o estresse excessivos podem sim acabar fazendo muito mal ao nosso corpo.

Assim, hoje falaremos sobre esse assunto tão importante. Afinal, é preciso levar muito a sério a conexão existente entre nosso cérebro e intestino. Acompanhe!

Trate emoções desordenadas
Em algum momento, todo mundo já percebeu o quão importante é o bom funcionamento do nosso cérebro, não é? Ou seja, ele de fato interfere e influencia muito no funcionamento do nosso corpo. E isso pode ser percebido em diversas situações.

Por exemplo, quem é que nunca sentiu uma sensação de “mariposas” no estômago quando está começando um novo relacionamento ou náuseas diante de alguma apresentação da faculdade ou trabalho?

Como identificar a gastrite nervosa?
Como comentamos acima, os sintomas da gastrite nervosa podem estar relacionados a desordens emocionais. Sabendo disso, diante de algum desconforto gástrico, tente observar o seu comportamento.

Tem tido episódios de insônia, problemas de humor, problemas com a memória, dificuldade para relaxar, tensão nervosa, perda da libido e dores de cabeça? Se sim, precisamos dizer que esses são alguns dos sintomas típicos desse tipo de problema.

Gastrite nervosa: como tratar?
Realmente os sintomas provocados pela gastrite nervosa podem tirar o sono de qualquer pessoa, não é verdade? Se este for o seu caso, e já sabendo que este problema pode estar vinculado a questões emocionais, é imprescindível buscar por mudança!

Nesse momento você deve estar se perguntando: “mas, como posso mudar”?

Uma ótima dica é começar a praticar algum tipo de atividade física, pois ela poderá te ajudar a liberar hormônios do bem estar. Meditar também pode ser de grande ajuda.

Além dessas dicas, é imprescindível considerar buscar ajuda de um profissional. Assim, diante do quadro de gastrite nervosa, psicólogos, gastroenterologistas e psiquiatras podem contribuir bastante.

Um bom plano de saúde pode ajudar
Acima você pode ler sobre a importância de buscar um profissional da saúde capaz de te ajudar a lidar com a gastrite nervosa, não é? Agora, verdade seja dita: na maioria das vezes para acessá-los é preciso ter um bom plano de saúde.

Se você ainda não tem um convênio médico, não se preocupe. Entrando em contato com a nossa equipe de atendimento através do 0800 111 5000, poderemos entender as suas necessidades e lhe indicar um excelente plano de saúde!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *